Serotonina alta – Sintomas, o que significa, causas e dicas

Especialista da área:
atualizado em 02/08/2021

O cérebro possui uma série de substâncias que, estando em quantidade alta ou baixa, são fundamentais para a manutenção do bem estar e de muitos processos no organismo, entre elas, a serotonina. 

  Continua Depois da Publicidade  

Essas substâncias são chamadas de neurotransmissores, e são produzidas pelo próprio organismo, participando da transmissão de estímulos entre os neurônios.

Por isso, a seguir iremos entender melhor o que é e como funciona um desses neurotransmissores, a serotonina. Além disso, descobriremos o que acontece quando ela está em uma quantidade alta, acima do normal.

O que é a serotonina e para que serve no organismo?

mulher feliz sorrindo

A serotonina, conhecida como 5-hidroxitriptamina ou 5-HT, é uma monoamina neurotransmissora, utilizada pelos neurônios serotoninérgicos e que desempenha um papel fundamental no Sistema Nervoso Central. 

A serotonina é produzida a partir do aminoácido triptofano, conectando-se a vários receptores, agindo, assim, no trato gastrointestinal, nas plaquetas, no sistema cardiovascular, no sistema nervoso e nos músculos. Por isso, ela influencia ações como:

  • Liberação de alguns hormônios;
  • Regulação do sono;
  • Controle do apetite;
  • Controle da temperatura corporal;
  • Coagulação sanguínea;
  • Manutenção do humor;
  • Manutenção das funções cognitivas;
  • Regulação da libido;
  • Atividade motora. 

Além disso, medicamentos que modificam os níveis de serotonina no cérebro são utilizados no tratamento de doenças como a depressão.

Quais são os sintomas das alterações na serotonina no organismo?

Manter uma dieta balanceada e saudável, contendo, principalmente, alimentos ricos em boas fontes de carboidratos, assim como com a prática de exercícios regularmente, é uma ótima forma de manter níveis saudáveis de serotonina no organismo. 

  Continua Depois da Publicidade  

Mas, com o estilo de vida inadequado e o excesso de estresse, os níveis de serotonina podem ficar mais baixos no organismo, gerando diversos sintomas que podem impactar na qualidade de vida.

Os principais sintomas relacionados à baixa quantidade de serotonina são:

  • Fadiga;
  • Ansiedade;
  • Rebaixamento do humor;
  • Comportamento impulsivo;
  • Dificuldade para dormir;
  • Mudanças no apetite;
  • Diminuição da libido.

Já o aumento da serotonina normalmente é causado pelo uso de medicamentos, e os principais sintomas são:

  • Mudanças de humor;
  • Diarreia;
  • Dilatação das pupilas;
  • Febre;
  • Arritmias, que é a mudança no ritmo dos batimentos cardíacos;
  • Tremores;
  • Suor excessivo;
  • Aumento da pressão sanguínea;
  • Rigidez muscular.

Causas da serotonina alta

remédios diversos
O uso de determinados medicamentos pode aumentar a concentração de serotonina

O aumento da serotonina no organismo também é conhecido como Síndrome Serotonérgica, e pode causar problemas graves de saúde, incluindo a morte. As principais causas são:

  • Uso exagerado de medicamentos que aumentam a concentração de serotonina no corpo. Esse uso pode ser tanto acidental quanto proposital;
  • Interação medicamentosa, ou seja, o uso de mais de um medicamento que afeta a quantidade de serotonina no corpo;
  • Mudanças recentes na dose de medicamentos.

Medicamentos que podem causar o problema

A cada ano, novos medicamentos que modificam a quantidade de serotonina no organismo são lançados, e muitas vezes temos dificuldade de identificar quais são. Por isso, veja a seguir os principais remédios que podem causar o problema. São eles:

  • Fluoxetina;
  • Sertralina;
  • Citalopram;
  • Amitriptilina;
  • Nortriptilina;
  • Duloxetina;
  • Venlafaxina;
  • Bupropiona.

A maioria desses medicamentos são utilizados no tratamento da depressão, e, quando usados de forma correta, não costumam causar problemas.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, outros medicamentos podem aumentar o risco de desenvolver a síndrome serotonérgica, como:

  • Medicamentos para tosse contendo dextrometorfano;
  • Medicamentos para tratar enxaqueca, como naratriptana e sumatriptana;
  • Medicamentos usados para tratar enjoos, como metoclopramida (plasil) e ondansetrona (zofran);
  • Analgésicos, como o tramadol;
  • Antirretrovirais, usados para o tratamento do HIV.

Tratamento para serotonina alta

Em casos leves, normalmente mudanças nos medicamentos ou nas suas doses já resolvem o problema. Mas é importante procurar sempre um médico, e não modificar o tratamento por conta própria.

Já em casos mais graves, pode ser necessária uma internação hospitalar, e o uso de medicamentos específicos para o problema.

Dicas e cuidados

Como se trata de uma questão que pode se agravar rapidamente, o ideal é procurar atendimento médico assim que notar os sintomas de serotonina alta.

Além disso, sempre fale para seu médico sobre o uso de suplementos e medicamentos naturais, pois, embora seja incomum, alguns deles podem alterar os seus níveis de serotonina.

Fontes e referências adicionais

Você já percebeu algum dos sintomas de serotonina alta no organismo? Qual foi o tipo de tratamento prescrito pelo médico? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (28 votos, média 3,86)
Loading...
Marcela Gottschald
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário