Sustanon – O Que é, Como Funciona e Efeitos Colaterais

Especialista:
atualizado em 22/08/2021

A testosterona é um dos hormônios mais importantes para quem está buscando aumentar o volume muscular, uma vez que atua na síntese de proteínas e também auxilia na redução do percentual de gordura corporal.

Estudos sugerem que uma concentração mais elevada de testosterona está diretamente ligada a um aumento na quantidade e tamanho das fibras musculares, motivo pelo qual muitos praticantes de musculação procuram por maneiras de aumentar a testosterona.

Embora esse objetivo possa ser atingido de maneira natural (veja aqui como aumentar sua testosterona naturalmente), muitas pessoas acabam optando por alternativas mais rápidas e imediatas. Dentre elas, a mais comum é o uso de esteroides anabolizantes, uma classe de hormônios derivados da testosterona e que têm como função elevar as taxas desse hormônio no organismo.

O Sustanon faz parte da classe dos esteroides anabolizantes, e seu uso é feito por pessoas que estão interessadas em aumentar consideravelmente a massa muscular em um curto espaço de tempo.

Saiba para que serve exatamente e como funciona o Sustanon, além de conhecer alguns dos principais efeitos colaterais desse esteroide anabolizante.

O que é Sustanon?

sustanon-250-testosterone-mixture-570x676

Sustanon é um esteroide anabolizante sintético injetável, derivado da testosterona e desenvolvido inicialmente para a Terapia de Reposição Hormonal Masculina. Devido ao seu potencial anabolizante (ou seja, de estimular o crescimento muscular), o Sustanon foi rapidamente descoberto pelos praticantes de musculação e atualmente tem sido utilizado para acelerar os ganhos de massa muscular e força.

Como Funciona o Sustanon?

O Sustanon – comercializado como Sustanon 250 – é formado por quatro ésteres de testosterona, sendo eles o fenilpropionato (60mg), isocaproato (60mg), decanoato (100mg) e o propionato de testosterona (30mg).

Enquanto o fenilpropionato e o propionato são éteres curtos e garantem os benefícios da testosterona de ação rápida, o decanoato tem ação mais potente e prolongada, garantindo que os efeitos da testosterona sejam prolongados ao máximo. Já o isocaproato tem ação intermediária, contribuindo para manter o nível de testosterona o mais estável possível.

Como cada um dos ésteres contém uma meia vida diferente, o Sustanon é capaz de liberar testosterona de maneira ininterrupta na circulação sanguínea, contribuindo para manter os níveis do hormônio em equilíbrio e sempre próximos da concentração ideal.

Veja como funciona cada um dos diferentes ésteres de testosterona presentes no Sustanon:

– Decanoato de Testosterona: 100 mg

Um dos ésteres mais longos utilizados em anabolizantes, o decanoato de testosterona tem uma meia-vida bem maior que a dos demais ésteres – algo em torno de 15 dias. Na prática, isso significa que o decanoato de testosterona permanece ativo no organismo por aproximadamente 30 dias, sendo seu pico alcançado por volta do 11º dia após a aplicação do medicamento.

  Continua Depois da Publicidade  

Embora uma única injeção mensal possa ser suficiente para o tratamento de reposição de testosterona (TRT), o ciclo do Sustanon para o ganho de massa muscular necessita de aplicações mais frequentes, uma vez que a partir do 15º dia os níveis do decanoato começam a diminuir na circulação sanguínea.

– Isocaproato de Testosterona: 60 mg

Podemos dizer que o isocaproato é um éster de alcance médio, sendo utilizado como um intermediário entre o propionato e o decanoato de testosterona. Sua meia-vida é de aproximadamente 9 dias.

– Fenilpropionato de Testosterona: 60 mg

Assim como o isocaproato, o fenilpropionato é também um éster de meia-vida intermediária, tendo como principal função manter estáveis os níveis de testosterona enquanto o propionato é metabolizado e eliminado do organismo e ao mesmo tempo em que aguarda a entrada em ação do decanoato de testosterona. Sua meia vida é de aproximadamente 5,5 dias, embora muitos acreditem que esse número possa ser menor – algo em torno de 4,5 dias para atingir seu ápice no organismo.

– Propionato de Testosterona: 30 mg

Um dos mais populares ésteres utilizados na produção de esteroides anabolizantes, o propionato é também um dos mais curtos: caso fosse utilizado de maneira isolada, as aplicações do medicamento teriam que ser feitas a cada 48 horas.

Já vimos que isso não ocorre com o Sustanon 250, já que, enquanto o propionato está diminuindo sua concentração na circulação, o fenilpropionato e o isocaproato estão atingindo seu ápice no organismo.

A meia vida do Propionato de testosterona é de aproximadamente 4 dias, o que permite que o Sustanon seja não somente mais eficiente como também mais ágil.

Efeitos do Sustanon

st

Confira alguns dos efeitos do ciclo de Sustanon:

  1. Aumento da massa magra: A testosterona é um hormônio altamente anabólico, o que significa que altas taxas do hormônio na circulação aumentam não só a hipertrofia (crescimento) como também a hiperplasia (formação de novas células) do tecido muscular;
  2. Retenção de mais nitrogênio no tecido muscular: Quando combinados com exercícios de força, níveis elevados de testosterona aumentam a síntese de proteínas e favorecem a retenção de nitrogênio dentro do tecido muscular. Como nossa musculatura é composta por cerca de 16% de nitrogênio, quanto maior a concentração do nutriente na musculatura, mais prolongado será o estado anabólico;
  3. Maior produção de IGF-1: Outro mecanismo de ação do Sustanon se dá através da elevação do IGF-1, hormônio produzido pelo fígado a partir do hormônio do crescimento e cuja atividade é altamente anabólica e indispensável para a recuperação e o crescimento muscular;
  4. Inibição do cortisol: O treino de musculação eleva os níveis de cortisol, hormônio catabólico que dificulta o ganho de massa muscular. O Sustanon ajuda a inibir a atuação dos glicocorticoides (classe de hormônios a qual pertence o cortisol), evitando a utilização do tecido muscular como fonte de energia e o acúmulo de gordura que o cortisol promove;
  5. Aumento dos glóbulos vermelhos: E, além de aumentar a síntese de proteínas, estimular a retenção de nitrogênio e elevar a produção de IGF-1, o Sustanon também aumenta a produção de hemácias, as células responsáveis pelo transporte de oxigênio até os músculos. Quanto maior o número de glóbulos vermelhos, maior será o aporte de nutrientes para o tecido muscular, e portanto mais rápida será a regeneração do tecido lesionado durante o treino.

Diferencial do Sustanon

A combinação dos quatro ésteres no Sustanon torna o medicamento muito mais eficiente e prático de ser utilizado, uma vez que a frequência das injeções passa a ser de apenas uma ou duas vezes por semana.

Caso a aplicação fosse de somente um tipo de éster de testosterona, sem uma cadeia maior, as aplicações teriam que ocorrer diversas vezes ao dia, uma vez que o hormônio deixaria o organismo em apenas algumas horas.

  Continua Depois da Publicidade  

Dose ideal de Sustanon

Apesar de muitos praticantes de musculação e fisiculturistas fazerem uso de até 3 injeções semanais de Sustanon, essa frequência é desnecessária.

De 250mg a 750mg parece ser a dose semanal mais comum de Sustanon, embora a aplicação de uma única injeção de 250 ml a cada sete dias já seja suficiente para obter os efeitos do Sustanon.

Ciclo do Sustanon

images

O ciclo do Sustanon costuma ser feito com outros esteroides anabolizantes, sendo os mais comuns o Deca Durabolin e o Dianabol. Como causa retenção de líquidos, o ciclo de Sustanon serve para o período de bulking, e não para a perda de gordura abdominal.

Veja um exemplo de ciclo do Sustanon:

  • Sustanon: 400 mg por semana durante 8 semanas;
  • Dianabol: 300 mg por semana durante 8 semanas.

A duração do ciclo de Sustanon costuma ser de 8-12 semanas, e além dos esteroides anabolizantes o tratamento também inclui protetores do fígado (que é o órgão mais exposto aos efeitos colaterais do Sustanon) e substâncias para diminuir a aromatização. Saiba um pouco mais sobre esse efeito logo abaixo.

Sustanon Causa Aromatização?

Assim como boa parte dos esteroides anabolizantes, o Sustanon também aromatiza facilmente, motivo pelo qual seu uso deve ser acompanhado de uma TPC – ou terapia pós-ciclo. E o que seria aromatização?

Em condições normais, o organismo converte uma pequena parte da testosterona em estrógeno, através da atuação da enzima aromatase – daí o nome do processo. Logo, quanto maior a concentração de testosterona na circulação, maior será a sua conversão em estrógeno.

Essa condição pode resultar em ginecomastia (aumento do tecido mamário), hipogonadismo (diminuição dos testículos), queda de cabelo e aumento das reservas de gordura. Esses efeitos da aromatização causada pelo Sustanon podem ser minimizados através de uma terapia pós-ciclo, um tipo de tratamento realizado com o objetivo de combater esses efeitos e restabelecer a produção hormonal natural do organismo.

Efeitos Colaterais do Sustanon

Sendo composto por ésteres de testosterona, o Sustanon não escapa de carregar consigo praticamente todos os efeitos colaterais dos demais esteroides anabolizantes. Além da retenção de líquido e consequente inchaço, o ciclo de Sustanon pode causar aumento da próstata, calvície precoce, ginecomastia, aumento da oleosidade da pele (o que pode causar acne) e aumento da sudorese.

Muitos usuários do Sustanon 250 também sofrem com elevação das taxas de colesterol ruim (LDL), diminuição nos valores do bom colesterol (HDL) e aumento da pressão arterial. Por esse motivo, evite fazer uso do Sustanon se você apresenta:

  • Pressão alta;
  • Níveis elevados de LDL;
  • Aumento da próstata.

Embora os efeitos colaterais do Sustanon descritos acima sejam específicos para os homens, as mulheres devem evitar a todo custo fazer uso de esteroides anabolizantes para ganhar massa muscular ou reduzir os níveis de gordura corporal.

Isso porque, além dos efeitos indesejados já vistos, o Sustanon pode causar virilização, ou seja, o surgimento de aspectos androgênicos, como engrossamento da voz, aumento dos pelos, masculinização da face e aumento do clitóris.

Você conhece alguém que tenha usado o anabolizante Sustanon para ganhar massa muscular e realmente tenha atingido seu objetivo? Essa pessoa sofreu com efeitos colaterais? E você, tem vontade de usar? Comente abaixo!

(108 votes, average: 3,83 out of 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

42 comentários em “Sustanon – O Que é, Como Funciona e Efeitos Colaterais”

  1. comecei hoje a tomar sustanon 250mg com decaland 200mg! Irei tomar essa mesma dosagem 2x na semana por 8 semanas!
    Alguém fez algum ciclo parecido assim e deu um bom resultado, ou está exagerado este meu ciclo??

    Responder
Publicidade