Pycnogenol – O que é, para que serve, benefícios e cuidados

Especialista da área:
atualizado em 28/05/2021

Extraído da casca do pinheiro marítimo francês, o pycnogenol (ou picnogenol) é um potente antioxidante que serve para o tratamento e prevenção de uma série de condições de saúde. 

  Continua Depois da Publicidade  

Ele pode ser encontrado em lojas de produtos naturais ou em sites especializados na internet, em cápsulas ou em suplementos alimentares. 

Por isso, a seguir vamos conhecer o pycnogenol e descobrir quais são suas propriedades, seus efeitos colaterais e como ele deve ser usado. 

O que é Pycnogenol?

O pycnogenol é na verdade uma combinação de 40 diferentes compostos que estão presentes na casca do pinheiro marítimo.

O pinheiro marítimo, ou Pinus pinaster, é originário da Europa, estando presente em todo o litoral Mediterrâneo. Além de seu potencial farmacológico, o pinheiro também tem grande importância econômica devido à sua madeira.

mulher segurando uma cápsula

Para que serve?

O pycnogenol pode ter diversas funções no organismo, mas sua principal característica é seu alto potencial antioxidante, e seu efeito é comparável ao das Vitaminas C e E.

Por isso, o extrato de pycnogenol vem sendo cada vez mais estudado por pesquisadores de todo o mundo, para descobrir se ele pode auxiliar no tratamento de doenças associadas ao estresse oxidativo.

  Continua Depois da Publicidade  

Benefícios do Pycnogenol

Devido ao seu potencial antioxidante, o pycnogenol contribui para o combate aos radicais livres, que são os agentes responsáveis pelo estresse oxidativo.

Assim, o uso do pycnogenol pode ser bastante benéfico para a saúde e para a boa forma, ajudando a tratar e a prevenir alguns condições de saúde, como veremos a seguir:

1. Mantém a saúde da pele

A pele é o órgão mais atingido pelos radicais livres, que contribuem para o aparecimento precoce dos sinais de envelhecimento, como:

  • Rugas;
  • Marcas de expressão;
  • Redução da elasticidade;
  • Afinamento da pele.

E, devido à sua ação antioxidante, o pycnogenol ajuda a combater esses danos e prevenir o aparecimento dos sinais de envelhecimento, mantendo assim a pele saudável e com a aparência jovem por mais tempo. 

2. Combate inflamações

Outro efeito do pycnogenol é a sua ação anti-inflamatória, que se deve à ação do antioxidante na regulação do sistema imunológico.

Desta forma, o pycnogenol atua na prevenção de reações imunes exageradas, como aquelas que vemos nas inflamações.

  Continua Depois da Publicidade  

3. Dilata os vasos sanguíneos

O pycnogenol estimula a produção de um composto chamado óxido nítrico, que atua diretamente na dilatação dos vasos sanguíneos.

Assim, o consumo do pycnogenol pode ajudar a melhorar a circulação em todo o corpo, e, em conjunto com a ação antioxidante, pode contribuir para:

  • Melhorar e prevenir doenças cardiovasculares, pois melhora o fluxo sanguíneo e auxilia na manutenção da saúde das veias e artérias;
  • Melhorar o desempenho sexual, uma vez que pode ajudar a aumentar o fluxo sanguíneo na região genital, e muitos afirmam que ele funciona como um “Viagra” natural;
  • Melhora nos treinos: Sua ação na produção do óxido nítrico aumenta a circulação sanguínea nos músculos, o que significa mais oxigênio e nutrientes para eles. Por isso, ele melhora o rendimento dos treinos, além de auxiliar na recuperação muscular e na prevenção de cãibras.

4. Auxilia o trabalho da Insulina

A utilização regular do pycnogenol pode ajudar pessoas com diabetes a controlar melhor a glicemia, uma vez que melhora o funcionamento da insulina, permitindo que ela retire açúcar mais rápido da circulação e envie para dentro das células.

Além disso, ele também estimula a quebra de gordura, podendo ser útil para quem precisa ou deseja perder peso.

Como tomar pycnogenol?

A dose recomendada de pycnogenol pode variar bastante, dependendo da fonte. Mas de forma geral, considera-se doses menores que 200 mg por dia como seguras.

Além disso, deve-se dividir em duas tomadas diárias, uma pela manhã e uma pela noite.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas, devido aos possíveis efeitos colaterais, é importante procurar a orientação de um médico, especialmente se você tem alguma doença crônica ou utiliza algum outro medicamento, seja alopático ou natural.

pycnogenol frasco

Contraindicações e cuidados

Apesar de ser uma substância considerada bastante segura, alguns grupos de pessoas devem usar o pycnogenol apenas com acompanhamento médico. São elas:

  • Pessoas que irão realizar no futuro próximo algum tipo de procedimento cirúrgico;
  • Mulheres grávidas ou que estejam amamentando;
  • Pessoas com diagnóstico de problemas de coagulação e doenças autoimunes;
  • Pessoas com problemas cardíacos e hepáticos.

Além disso, o pycnogenol pode interagir com alguns medicamentos, causando toxicidade ou aumentando seus efeitos colaterais:

  • Imunossupressores;
  • Medicamentos usados em quimioterapia;
  • Antidiabéticos;
  • Medicamentos e ervas que afetem a coagulação.

Efeitos Colaterais

Para muitas pessoas, o pycnogenol não causa efeitos colaterais. Mas existe a possibilidade de que eles ocorram, e os mais comuns são:

  • Tontura e vertigem;
  • Distúrbios gástricos;
  • Fadiga;
  • Irritabilidade;
  • Dor de cabeça;
  • Irritação na pele e nas mucosas;
  • Problemas urinários.
Fontes e referências adicionais

Você conhece alguém que tenha o costume de consumir Pycnogenol? Você tem vontade de utilizar esta substância? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (528 votos, média 3,87)
Loading...
Marcela Gottschald
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

101 comentários em “Pycnogenol – O que é, para que serve, benefícios e cuidados”

  1. Bom dia!!! Sofro de Fribromialgia, gostaria por gentileza que alguém pudesse me passar a fórmula. Sofro com muitas dores nas pernas e muscular. Grata!!!!!

    Responder
    • Eu estava lendo os efeitos colaterais e fala que as pessoas com lupus, artrite reumatoide não devem usar. Eu tenho fibromialgia e agora fiquei com medo de usar. O que você acha?

      Responder
      • eu tenho sindrome de sjogren e artrite reumatóide e tomo picnogenol 150mg (manipulado) a 8 meses, e estou super bem, não senti nada errado.

        Responder
  2. Bom dia, Edi!
    Gostaria de saber a dosagem certinha de picnogenol com chá verde. Obrigada
    Aguardo resposta,
    Chardélia

    Responder
  3. Tenho 64 anos tinha desânimo depressão falta de interesse para vida.tomava medicamentos fortes para depressão e pressão arterial.lendo alguns artigos sobre esse medicamento mandei manipular por conta própria. Vcs imagina que 3 meses após o uso de 150mg de picnogenol +vitamina e+ e vitamina c. Foi bom demaisss não tomo mais medicamentos para pressão arterial nem depressão não tenho dores. Acordei para vida. Minha pele está maravilhosa, coisa que nem eu imagino. O sexo então…ufa!!! Tive que arrumar um namorado já que sou viúva. Meu libido melhorou muito tô. Não me sinto assim desde que tinha 17 aninsosso. Estou linda maravilhosa tudo em mim brilha . Graças a este medicamento. Minha médica disse que posso continuar a tomar . Este é meu depoimento sobre este fantástico picnogenol

    Responder
  4. eu tenho hipertensão e tomo remedio pra manter o humor será que posso tomar o pycogenol sem medo de acelerar meu coração ou de me dar um derrame?

    Responder
  5. Tomo porque meu dermatologista me receitou e senti uma enorme melhora na pele a partir do 3 mês, eu tinha uma macha escura na testa e hoje ela está quase imperceptível, voltei na consulta está semana e aumentou as miligramas e fiquei feliz recomendo a todos .dor de cabeça sempre tive desde criança, então nem percebi efeitos colaterais, boa noite e boa sorte.

    Responder
  6. Tenho artrite psoriatica e li que portadores de artrite reumatoide NÃO podem fazer uso…
    No entanto me foi recomendado tomar 2x ao dia….
    Gostaria que alguém me esclarecesse….

    Responder
  7. Olá, boa noite! Gostaria de saber se posso tomar pynogenol, tomando anticoncepcional, especificamente o Cerazette, tenho 43anos e estou interessada em tomar esse medicamento para tratar melasma e problemas de varizes. Obrigado.

    Responder
  8. Toma este suplemento apenas de outubro à fevereiro para evitar que o melasma aumente neste período.
    Posso tomar em uso contínuo?

    Responder
    • Tomo há uns 10 anos apenas de outubro a fevereiro e apenas para a melasma não escurecer sem o ácido no período do verão. O picnogenol não clareia as manchas é apenas para resistência à novas manchas. Também não vejo outros benefícios, nem tive reações adversas.

      Responder
      • Olá. .Já tomo picnogenol. Alguns meses. .pra mim foi muito bom. .Para olheiras. .diminuiu visivelmente. .ajudou muito. ..Não tive efeito colateral ..

        Responder
  9. Boa Tarde !!! Eu tive endometriose fiz 3 cirurgias na última tirei os órgãos depois de muito tempo voltou como aderências no intestino e na parede vaginal tenhos muitas dores até morfina tive que tomar li sobre o pinus pinastre e resveratrol muito interessante tenho uma dúvida serve para quem tem aderências ??? Obrigado Aguardo Respostas

    Responder
  10. Estou grávida, de 7 meses com muito enchaço pelo corpo , alguém pode me enformar se eu posso tomar esse medicamento.

    Responder
  11. Toma pycnogenol de 150 mg para mim foi ótimo, em tudo principalmente com a pele, porque tenho melasma, crariou muito, e minha pele, esta igual de bebê, pra mim, foi muito bom em td.

    Responder
  12. Eu tomo 100 mg por dia há cerca de 1 ano. Farei uma cirurgia de catarata em breve. Devo suspender o uso do produto ? No rótulo é recomendado suspender.

    Responder