Pressão 15×10 é perigoso? O que fazer?

Especialista da área:
atualizado em 03/08/2021

A famosa “pressão alta” tem nome: Hipertensão Arterial Sistêmica. Trata-se de uma doença silenciosa que faz parte de um grupo específico chamado “Doenças Crônicas Não Transmissíveis”, classificado assim pelo Ministério da Saúde.

  Continua Depois da Publicidade  

Quem tem pressão alta?

Quando o debate entra em hipertensão arterial, é um pouco difícil de dizer. A doença não tem predileção por gênero masculino ou feminino, etnia (branco, negro, pardo, etc.), peso (gordo ou magro) ou hereditariedade.

O que se sabe é que existem diversos meios de se desenvolver a hipertensão arterial. Frequentemente ela é associada a distúrbios metabólicos, alterações funcionais ou estruturais de órgãos ou, ainda, pela influência de certos fatores de risco como:

  • Hereditariedade: que, embora não seja o real motivo tem sua parcela de predisposição.
  • Obesidade: onde o acúmulo de gordura pode ser prejudicial e influenciar em alterações de pressão na circulação sanguínea, visando nutrir toda a massa corporal.
  • Dislipidemia: onde o aumento de colesterol é capaz de favorecer ainda mais a instalação de doenças cardíacas e predispor o indivíduo com essa característica a infartos ou AVC’s.
  • Intolerância à glicose ou diabetes: em ambos os casos há ausência do bom funcionamento do hormônio insulina, que predispõe o indivíduo ao aumento gradual de peso.
  • Dieta: o consumo de muito sódio acaba sendo capaz de influenciar diretamente no aumento da pressão arterial e no descontrole de doenças cardiovasculares. A recomendação da Organização Mundial de Saúde é que ele seja menor do que 2g ao dia (ou menor do que 5 g de sal)
  • Alcoolismo: a ingestão de álcool em abundância e de maneira crônica é fator predisponente para o aumento da pressão arterial.
  • Sedentarismo: indivíduos pouco ativos (os considerados sedentários são aqueles que não praticam ao menos 150 minutos de atividades físicas semanais) possuem mais predisposição para o aumento de pressão arterial.
medico medindo pressão da pessoa

Geralmente, o quadro de hipertensão arterial é aparente quando, durante a aferição, temos um valor igual ou superior ao de 14×9 (ou 140×90 mmHg). Isso significa que ter a pressão 15×10 é perigoso, mas o diagnóstico preciso é realizado através de um controle no consultório e em casa (também durante o sono) para confirmação.

No entanto, quando os valores ultrapassam 14×9 (140x90mmHG) na primeira consulta, o Ministério da Saúde aconselha iniciar o tratamento medicamentoso e acompanhar sua redução levando em consideração a certificação dos seguintes parâmetros:

  • Que antes da aferição o paciente não esteja com a bexiga cheia;
  • Que não tenha praticado exercícios até 60 minutos antes;
  • Que não tenha ingerido bebidas alcóolicas, café ou qualquer outro alimento nos últimos 60 minutos;
  • Que não fumou há pelo menos 30 minutos;

Classificação e situações adversas 

Como dito anteriormente, existem diversas causas para o aumento da pressão arterial, o que faz com que seus limites normais sejam um tanto quanto personalizados. No entanto, na maioria dos casos os profissionais da saúde seguem os seguintes parâmetros:

Veja abaixo a mesma informação da ilustração acima, em outro formato:

  Continua Depois da Publicidade  

ClassificaçãoSistólica mmHgDiastólica mmHgh
Pressão arterial normalAbaixo de 120Abaixo de 80
Pressão elevada120-129Abaixo de 80
Hipertensão estágio 1130-13980-89
Hipertensão estágio 2140 ou acima90 ou acima
Crise hipertensivaAcima de 180Acima de 120
Fonte: American Heart Association (AHA)

O que acontece quando se tem pressão alta?

No Brasil, aproximadamente 32,5% (36 milhões de pessoas adultas) dos habitantes do país são portadores de Hipertensão Arterial. Dessa porcentagem, mais de 60% são idosos e 50% desses indivíduos acabam contribuindo de forma direta ou indireta no aumento dos números de pessoas que morrem com doenças cardiovasculares todos os anos. Sendo assim, é claro que apresentar uma pressão 15×10 é perigoso.

Um dos principais problemas vinculados ao aumento da pressão arterial é a distensão de vasos sanguíneos. Esses vasos, geralmente recobertos por uma camada externa e outra interna de característica fina e delicada, acabam sendo lesionados durante a circulação mais vigorosa, e em alguns casos, acabam se rompendo.

Quando o rompimento desses vasos não acontece, uma outra situação é possivelmente esperada: seu endurecimento, estreitamento e consequente favorecimento ao acúmulo de gordura e trombose, ambos prejudiciais para a saúde.

Quando um vaso “entope” ou obstrui próximo ao coração, o indivíduo sofre com angina, o que antecede o infarto. Próximo ao cérebro, o vaso obstruído leva ao famoso “derrame”, também conhecido Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Já próximo aos rins, ele interrompe o bom funcionamento da filtração glomerular – que visa eliminar as toxinas do organismo através da urina – ou até mesmo interrompem seu funcionamento por completo, favorecendo ainda mais o surgimento de doenças potencialmente letais.

Uma pressão arterial má controlada pode lesionar os órgãos internos, levar à perda de visão e até mesmo a amputação de membros.

  Continua Depois da Publicidade  

problemas de pressão alta2

Por que pressão 15×10 é perigoso?

Dificilmente os sintomas estarão aparecendo durante o dia a dia para mostrar que a doença está instalada. As dores na nuca, a tontura e o mal-estar só aparecem quando a condição já está em uma fase bem avançada, o que dificulta o prognóstico e o sucesso do tratamento.

Afinal, a pressão arterial é consequência da “força” que o sangue faz contra as paredes dos vasos para conseguir circular pelo organismo inteiro. O coração bombeia de 5 a 6 litros de sangue por minuto que, por sua vez, se encarrega de nutrir os demais órgãos e auxiliá-los a desempenhar suas funções.

Em 90% a 95% dos casos, é muito difícil descobrir a causa exata da hipertensão. Mas uma coisa é certa: os maus-hábitos são precursores da doença. Para evitar o perigo, é preciso:

  1. Manter um nível de atividade física diária por pelo menos 30 minutos (150 minutos semanais, pela Organização Mundial de Saúde);
  2. Evitar a obesidade ou o ganho excessivo de peso;
  3. Evitar o consumo exagerado de bebidas alcóolicas ou fumo;
  4. Reduzir alimentos gordurosos (incluindo frituras e doces);
  5. Evitar o excesso de sal (não mais que 5 g ao dia, o correspondente a 2 g de sódio);
  6. Reduzir o estresse (um dos principais causadores do aumento da pressão arterial com potencial de desencadear mal-estar e anteceder infarto em situações agravantes);
  7. Solicitar acompanhamento contínuo.

Infelizmente, o aumento da pressão arterial é uma doença que não tem cura. É como um balanço natural do organismo que somos obrigados a manter e muitas vezes o negligenciamos.

É preciso lutar para o combatê-la com todas as forças, e caso necessário contar com a ajuda de medicamentos específicos. A adoção de bons hábitos diários é capaz de reduzir significativamente a pressão arterial e servir de prevenção a diversas outras doenças. Que tal mudar de vida hoje?

Vídeo

Você já imaginava que apresentar uma pressão 15×10 é perigoso? Da última vez que mediu sua pressão, qual foi o resultado? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (60 votos, média 3,95)
Loading...
Equipe MundoBoaForma
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

50 comentários em “Pressão 15×10 é perigoso? O que fazer?”

  1. 15×10, medicado com benicar 40x5mg ,propanalol de 40mg . quando chega a esse pico, tenho que tomar atensina 0.100. complicado demais. tenho acompanhamento medico. no ultimo sábado chegou a 18×11. após o uso da atensina baixou para 13×8, 12×8 e11x7.

    Responder
  2. O medico passou Lozartana um de manhã e um a noite, não gosto de remédios químicos então; Eu dou maca peruana 500mg um de manhã e um a noite e um copo de 200mg de chá de cabelo de milho ( conheci uma mulher de 108 anos lúcida que toma chá de cabelo de milho) ao dia. A pressão da véinha tá ótima. Saúde é coisa séria, cada organismo reage de uma forma, se tiver pressão alta mede seg quart e sexta. Procure seu médico.

    Responder
  3. Eu nunca tinha problema com pressão alta, mais semana passa medi minha pressão duas vezes, e nas duas deu 15×11. Oque achei mais estranho é que eu nao estava sentindo nenhum mal-estar. Será que isso é perigoso? O que devo fazer?

    Responder
  4. Eulenio. Eu perdir meu emprego de eletricista de Rede de distribuição devido minha pressão de 24.12 fiquei na uti 3 dias fiquei 3 meses afastado do trabalho o inss me liberou doente estou em tratamento o seguro desemprego acabou e agora o que fazer? Tenho 50 anos pai de 5 filhos demenores 2 de 1.5 meses a pressao ai e q aumenta mesmo!!!

    Responder