16 melhores exercícios para as costas – Casa e academia

Especialista da área:
atualizado em 22/09/2021

Remada, pulldown e barra: conheça as melhores opções de exercícios para costas para fazer em casa e na academia!

  Continua Depois da Publicidade  

Fazer exercícios para as costas é fundamental para fortalecer a musculatura, evitar dores, melhorar a postura, além de ajudar a desenvolver o equilíbrio corporal.

Além disso, um treino completo de hipertrofia (ganho de massa magra) é aquele composto por exercícios que trabalham toda a musculatura, possibilitando assim o crescimento, fortalecimento e definição do corpo de maneira equilibrada.

Dessa forma, um grupo que não pode deixar de fazer parte de um treino completo são os músculos das costas. Então conheça as melhores opções de exercícios para costas para fazer em casa e na academia.

1. Barra fixa (chinup) pegada fechada

costas barra fixa fechada (chinup)

Este exercício ajuda a fortalecer a parte superior do corpo. Além de trabalhar as costas, ele também atua em outras regiões musculares, como braços e ombros.

Como fazer: 

  1. Primeiro, segure a barra, com as mãos próximas, se pendure nela e cruze os pés, como mostra a figura acima;
  2. Então, aperte as escápulas dos ombros para baixo e para trás, dobre os cotovelos e puxe a parte de cima do peito em direção à barra;
  3. Em seguida, faça uma pausa e retorne lentamente à posição original.

Exercícios na barra fixa como o chinup atingem os grandes músculos das costas que ficam em volta do tronco, logo abaixo dos braços. Esses músculos são responsáveis por oferecer um formato mais amplo ao tronco e podem dar a impressão de que a pessoa está mais magra, mesmo quando ela não emagreceu.

  Continua Depois da Publicidade  

2. Barra fixa com pegada aberta

barra fixa pegada aberta palma para frente (pronada) chinup
Barra fixa pegada pronada
barra fixa pegada aberta palma para trás (pegada supinada) chinup
Barra fixa pegada supinada

Esse é um dos mais clássicos exercícios para costas, ele trabalha muito a parte superior do músculo latíssimo do dorso, mas também atinge os bíceps e a parte do meio das costas. A barra fixa com pegada larga possui nível de dificuldade intermediário, e pode ser feita tanto com a pegada pronada (mais comum) como supinada (exige mais dos bíceps).

Como fazer: 

  1. Primeiro, encaixe as escápulas;
  2. Em seguida, segure a barra fixa com uma pegada larga, as mãos devem estar a uma distância maior que a largura dos ombros;
  3. Então, erga o corpo, flexione os cotovelos e aproxime da barra a articulação dos ombros. O objetivo é levar o queixo a uma altura maior do que as mãos;
  4. Depois, faça uma pausa na parte alta do movimento e, em seguida, volte à posição inicial.

3. Remada curvada com barra e pegada pronada

Remada curvada com barra

A remada curvada trabalha a maior parte da musculatura das costas. No entanto, é fundamental se certificar de que a sua posição durante a execução do exercício está correta e de escolher uma carga apropriada, para não correr o risco de se machucar. Sendo assim, é recomendável ter a ajuda de um instrutor físico durante o treino.

Como fazer: 

  1. Para começar, pegue a barra com os pesos e mantenha as mãos paralelas aos ombros;
  2. Em seguida, incline o tronco para frente, formando um ângulo de 45º em relação ao chão;
  3. Depois, puxe a barra para cima, no sentido vertical, até que ela toque a parte inferior do peito. Durante esse movimento, mantenha a coluna reta e os joelhos levemente dobrados;
  4. Então, abaixe a barra até a posição em que os braços fiquem estendidos. Um cuidado importante referente a esse exercício é nunca curvar a lombar para levantar mais a barra, pois isso pode causar uma lesão.

4. Remada curvada com barra e pegada invertida (supinada)

Remada curvada com barra e pegada invertida

Esse exercício para costas também exige bastante dos bíceps.

Como fazer:

  Continua Depois da Publicidade  

  1. Para começar, fique em pé, com as pernas afastadas e os joelhos levemente flexionados. Segure uma barra reta com as mãos paralelas aos ombros e com as palmas viradas para a frente;
  2. Em seguida, deixe a coluna reta e encaixe os ombros, incline o tronco para a frente, jogando o quadril para trás. Mantenha os cotovelos estendidos até que a barra fique na altura das coxas, e contraia os bíceps;
  3. Então, puxe a barra até a cintura, ao mesmo tempo em que flexiona os cotovelos;
  4. Depois, segure a contração por um momento e retorne à posição inicial.

Importante: as pernas e o tronco devem permanecer imóveis ao longo de todo o exercício.

5. Remada unilateral com halter (remada serrote)

Remada unilateral com halter

Temos aqui um exercício unilateral, que ao trabalhar cada lado de maneira independente, permite que a amplitude de movimento seja maior, assim como a carga que é usada.

Outras vantagens são não ficar impedido de se exercitar caso o lado mais fraco falhe antes do mais forte e oferecer mais suporte à lombar, devido à possibilidade de apoiar a mão livre.

A remada unilateral com halter trabalha a região média das costas, o latíssimo do dorso, os bíceps e os ombros.

Como fazer: 

  1. Para começar, coloque um halter em cada lado de um banco reto;
  2. Em seguida, coloque as pernas em cima do banco, encostando o joelho e incline tronco para a frente até a parte superior do corpo ficar paralela ao chão;
  3. Depois, coloque uma das mãos no banco (a que for correspondente a perna que está no banco) para obter suporte e pegue um halter com a outra mão. Mantenha a região lombar reta e a palma da mão voltada para o tronco;
  4. Então, leve o peso para cima, até a lateral do peito. Flexione o cotovelo e mantenha o tronco imóvel;
  5. Durante esse movimento, solte o ar e contraia bem os músculos das costas. Você deve se certificar de que está fazendo força com os músculos das costas e não com o braço. Além disso, os antebraços não devem fazer nenhum esforço, a não ser o de segurar o halter;
  6. Depois, desça o halter e volte à posição inicial, ao mesmo tempo em que inala o ar. Após atingir o número determinado de repetições, troque a posição dos braços.

6. Pullover com halter

Pullover com halter

Este exercício trabalha o latíssimo do dorso, os músculos intercostais (localizados no tórax) e o serrátil anterior (que fica na caixa torácica), além de acionar os peitorais e os tríceps de maneira secundária.

  Continua Depois da Publicidade  

Como fazer: 

  1. Para começar, deite-se em um banco reto e segure um halter acima do peito, com as palmas das mãos apontando para fora, e segurando um lado do halter;
  2. Então, com o core (região central do corpo) firme, desça o halter e leve-o atrás da cabeça, ligeiramente acima da altura do banco, mantendo os braços esticados;
  3. Em seguida, deixe os braços retos, contraia o latíssimo do dorso e leve o peso de volta à sua posição inicial.

7. Pullover com barra

Este exercício é uma variação do anterior, feito em uma barra e com a pegada aberta.

Como fazer: 

  1. Para começar, sente-se em um banco reto e posicione a barra sobre as suas coxas;
  2. Deite-se e traga a barra até a altura do peito;
  3. Estique os braços levantando a barra, então, com o core (região central do corpo) firme, desça a barra e leve-a atrás da cabeça, ligeiramente acima da altura do banco, mantendo os braços levemente dobrados;
  4. Em seguida, contraia o latíssimo do dorso e leve a barra de volta à sua posição inicial.

8. Puxada em pé com um tecido

puxada em pé com a toalha

Este exercício é muito fácil de ser feito, e não precisa mais que um pedaço de pano, como uma toalha por exemplo, e um local para prendê-la. Seu nível de dificuldade é iniciante.

Como fazer: 

  1. Primeiro, fique em pé na frente de uma barra, como na imagem acima;
  2. Em seguida, segure prenda uma toalha nela, de forma que fique na altura dos ombros;
  3. Depois, incline o corpo para trás, esticando os braços;
  4. Então, puxe a toalha e leve o corpo para a frente, até a posição inicial.

9. Remada em pé com a barra T (remada cavalinho)

Remada em pé com a barra T

A remada em pé na barra T é uma das mais fáceis de serem executadas, ainda que seja classificada com grau de dificuldade intermediário.

Como fazer: 

  1. Para começar, coloque uma carga adequada para você na barra;
  2. Então, se posicione no equipamento, colocando uma perna de cada lado da barra. Abaixe os quadris e segure a alça das barras com as palmas das mãos para fora, mantenha as costas retas durante todo o exercício;
  3. Em seguida, retire o peso do chão e leve a barra até a altura dos braços. O movimento deve ser realizado por meio da flexão dos cotovelos, com as escápulas contraídas e puxando o peso até o peito;
  4. Depois, faça uma pausa rápida na parte alta do exercício e, então, retorne à posição original.

É possível escolher um tipo de pegada para o exercício, o que muda o músculo a ser mais trabalhado. Por exemplo, uma pegada neutra trabalha melhor a região média das costas, enquanto uma pegada mais ampla aciona mais o latíssimo do dorso.

10. Remada no banco inclinado com halteres

Remada no banco inclinado com halteres e pegada pronada
Remada com pegada pronada
Remada no banco inclinado com halteres e pegada neutra
Remada com pegada neutra (martelo)

A remada no banco inclinado com halteres é mais um dos exercícios para costas que trabalha músculos como o latíssimo do dorso, os músculos redondos que ficam nos ombros e os músculos rombóides, localizados nas costas.

Como fazer: 

  1. Para começar, ajuste o banco em um ângulo de 45º e deite nele, com um halter em cada uma das mãos. A pegada deve ser pronada, com as palmas viradas para baixo, ou neutra, com as palmas viradas para o lado de dentro;
  2. Em seguida, contraia os bíceps e o latíssimo do dorso e leve os pesos para cima, de forma intensa. O core (região central do corpo) deve permanecer firme e o peito deve ser pressionado contra o banco durante todo o momento;
  3. Então, ao chegar à parte alta do movimento, contraia as escápulas por um segundo;
  4. Depois, desça os pesos e volte à posição inicial.

Os próximos exercícios demandam o uso de aparelhos que normalmente só são encontrados em academias.

11. Remada no Smith

remada no smith com pegada invertida
Remada no Smith com pegada supinada
Remada no Smith com pegada pronada

Esse exercício foca na parte baixa do latíssimo do dorso.

Como fazer: 

  1. Primeiro, coloque a barra de pesos no Smith, ela deve ficar em uma altura aproximadamente 5 cm acima dos joelhos. Dobre ligeiramente os joelhos, traga o tronco para a frente e abaixe os quadris. As costas devem ficar retas e a cabeça erguida;
  2. Em seguida, segure a barra com as mãos viradas para fora e destrave-a da Smith;
  3. Então, deixe a barra suspensa na sua frente e estenda os braços;
  4. Depois, com o tronco imóvel, levante a barra, ao mesmo tempo em que exala o ar. Os cotovelos devem ser mantidos próximos ao corpo;
  5. Em seguida, contraia os músculos das costas e segure a posição por um segundo, então, desça a barra lentamente e volte à posição inicial.

Opcionalmente este exercício pode ser feito com a pegada pronada, que é a mais tradicional, que exige menos dos bíceps.

12. Puxada pela frente com o triângulo no pulley

Puxada pela frente com o triângulo

Outro exercício que trabalha bastante o latíssimo do dorso e que, devido ao tipo de movimento executado, ajuda muito no processo de construção muscular.

Como fazer: 

  1. Para começar, sente-se na máquina com os quadris encaixados no acolchoado do equipamento;
  2. Em seguida, pegue o triângulo com as mãos, que devem estar a uma distância menor do que a largura dos ombros, e as palmas das mãos devem apontar para seu corpo. Além disso, o corpo deve estar na vertical e os braços retos, acima da cabeça;
  3. Então, estufe o peito, faça um pequena curva na região da lombar e leve a carga até o peito, inclinando-se ligeira e suavemente enquanto a puxa. Na parte baixa do movimento, as escápulas devem estar comprimidas;
  4. Depois, volte ao posicionamento original, levantando a carga lentamente.

13. Puxada com barra no pulley

Puxada com barra no pulley pegada aberta
Puxada com pegada aberta
Puxada com barra no pulley pegada fechada
Puxada com pegada na largura dos ombros

Este exercício trabalha vários músculos das costas, como o latíssimo do dorso, a região média das costas, os bíceps e os ombros, ele é classificado como um movimento de fortalecimento, sendo também indicado para iniciantes.

Como fazer: 

  1. Primeiro, sente-se em uma máquina pulley, e ajuste o equipamento conforme a sua altura;
  2. Em seguida, segure a barra com uma pegada aberta, em uma distância maior que a largura dos ombros, com as mãos direcionadas para fora. Uma outra forma de executar o exercícios é segurar a barra na mesma largura dos ombros;
  3. Depois, com os braços estendidos na sua frente, leve o tronco para trás formando um ângulo em torno de 30º, ao mesmo tempo em que cria uma leve curvatura na região lombar e estufa o peito;
  4. Então, exale o ar e traga a barra para baixo, até que ela toque a parte superior do peito. Ao atingir a posição de contração total, comprima os músculos das costas;
  5. Lembre-se que o tronco deve ficar imóvel e somente os braços devem se mexer. O único esforço feito pelos antebraços é o de segurar a barra;
  6. Depois, segure a posição contraída por uma segundo, comprimindo as escápulas;
  7. Então, levante a barra lentamente à posição inicial, inalando o ar, até que os braços estejam totalmente estendidos e o latíssimo do dorso completamente alongado.

14. Remada na máquina de cabos

Esse é um exercício excelente para as costas. Ele pode ser feito com o triângulo ou com a barra, usando uma pegada aberta. Usando o triângulo, a ênfase maior é no trabalho do Latíssimo do Dorso, também chamado popularmente de “asa”. Com a barra, trabalha-se mais os músculos rombóides, redondos e trapézio.

Como fazer: 

  1. Primeiro, sente-se na máquina de cabos e prenda o triângulo ou a barra, conforme a sua preferência;
  2. Em seguida, estique os braços para pegar o acessório, puxando-o em direção à parte inferior do peitoral (triângulo) ou superior (barra);
  3. Então, volte com o acessório à posição inicial.

Importante: Mantenha a coluna reta durante todo o movimento e se notar que está tendo que inclinar ela para conseguir puxar o peso, diminua a carga. Isso vai garantir a correta execução do exercício e prevenir lesões.

15. Puxada invertida na máquina de cabos (lat pulldown)

Puxada lat latissimus dorsi na maquina de cabos

O décimo quinto item da nossa lista de exercícios para costas é feito na máquina de cabos, e trabalha especialmente o músculo latíssimo do dorso, mas também outros músculos das costas.

Como fazer: 

  1. Primeiro, fique em pé no meio da máquina de cabos, e ajuste os pesos com a mesma quantidade de placas;
  2. Em seguida segure o pegador de forma invertida, com os antebraços cruzados à frente do rosto;
  3. Então, estique os braços, levando-os para trás, mas sem inclinar sua coluna ou tirar os pés do lugar;
  4. Volte à posição inicial, e repita o movimento.

16. Remada invertida no Smith

Este último exercício da nossa lista de exercícios para costas utiliza a barra do Smith como apoio.

Como fazer: 

  1. Fique em pé na frente da barra do Smith e posicione ela na altura do abdome;
  2. Em seguida, deslize seu corpo por baixo da barra de maneira que suas pernas e braços fiquem esticados;
  3. Depois, dobre os braços levando o peitoral de encontro à barra;
  4. Então, volte lentamente à posição inicial e repita o movimento.

Enquanto estiver fazendo o movimento de descida, mantenha sua postura rígida. Todo o corpo deve ficar alinhado durante o movimento.

Cuidados importantes

Antes de começar a se exercitar, seja em casa ou na academia, é importante fazer uma avaliação médica para saber se você pode treinar.

Também é recomendado buscar ajuda de um profissional de educação física para montar um treino seguro e eficiente e para ensinar as técnicas corretas para fazer os exercícios, diminuindo assim os riscos de lesões.

Além disso, caso haja algum problema durante o treino, o profissional poderá te ajudar adequadamente.

No entanto, se ainda assim você decidir malhar sozinho em casa, somente com a ajuda de vídeos da internet, tome cuidado e assista o vídeo várias vezes até ter certeza de que sabe repetir o movimento.

Caso você se machuque quando estiver treinando sozinho, não demore para buscar auxílio médico.

Você costuma fazer alguns destes exercícios para costas na academia ou em casa? Quais são os seus preferidos? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (42 votos, média 3,95)
Loading...
Francisco Santana
Sobre Francisco Santana

Francisco José Santana é Personal Trainer - CREF 1859 G/SE. Formado pela Univer Cidade RJ 2007, com certificação CORE360º treinamento funcional, Certificação Internacional FNS I e II em avaliação funcional, especializações em suplementação nutricional esportiva, Crosstraining - Scientific Sport, Cineantropometria aplicada, Primeiras ações em emergência, Prevenção de Doenças Laborais, Musculação, Ginástica Corretiva, Spinning (Johnny G), Técnica de Tecidos Moles - Miofacial, e Inteligência Emocional - ASICC

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

8 comentários em “16 melhores exercícios para as costas – Casa e academia”