Leucócitos altos ou baixos demais – O que significa?

Especialista da área:
atualizado em 09/01/2021

Leucócitos altos ou baixos demais são coisas que certamente quase todo mundo já viu em resultados de exames. Mas nem sempre é fácil entender o que isso significa.

  Continua Depois da Publicidade  

O sangue é formado basicamente por três componentes principais:

  • Glóbulos vermelhos ou hemácias;
  • Glóbulos brancos ou leucócitos;
  • Plaquetas.

Os problemas relacionados às alterações dessas células do sangue podem ser identificados através de um exame chamado hemograma completo.

Então, vamos agora entender o que são os leucócitos, quais suas ações no corpo e o que significa tê-los em concentração alta ou baixa demais.

composição do sangue

O que são os leucócitos e quais suas funções?

Os leucócitos, também chamados de glóbulos brancos, são células incolores, de formato arredondado, que são produzidas pela medula óssea.

Eles podem ser encontrados em várias partes do corpo, principalmente no sangue e no sistema linfático.

Os glóbulos brancos podem ser divididos em dois grupos:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Os leucócitos mononucleares: linfócitos e monócitos;
  • Os leucócitos polimorfonucleares: neutrófilos, eosinófilos e basófilos.

Estas células são responsáveis pela defesa do organismo, ajudando a combater doenças causadas por vírus, parasitas e bactérias, além de atuarem também nas alergias.

Leucócitos altos ou baixos demais: Causas

As células do sangue são produzidas pela medula óssea, num processo chamado de hematopoese.

Então, qualquer problema que atinja diretamente a medula óssea acaba alterando as quantidades de leucócitos. É o caso das leucemias e do uso de alguns medicamentos.

Mas essas não são as únicas causas possíveis: na verdade as causas mais comuns de alterações do número de leucócitos são infecções, infestações parasitárias e alergias, que fazem a medula produzir mais células para se proteger do invasor.

Valores de referência

Os valores de referência de leucócitos variam de acordo com a idade. Mas, de acordo com o Grupo Fleury, os valores normais para pessoas acima de 16 anos são:

CélulasQuantidade
(por mm³)
Total3.500 – 10.500
Neutrófilos1.700 – 7.000
Eosinófilos50 – 500
Basófilos0 – 300
Linfócitos900 – 2.900
Monócitos300 – 900

Leucocitose, ou o aumento do número de leucócitos

De forma geral, o número de leucócitos aumenta quando algum patógeno invade o corpo, seja ele um vírus, uma bactéria ou um parasita.

  Continua Depois da Publicidade  

E alguns deles têm ações mais específicas que outros, como veremos a seguir:

  • Neutrófilos: Infecções bacterianas;
  • Eosinófilos: Alergias ou infestação por parasitas;
  • Linfócitos: Infecções virais.

Mas é importante ter em mente que os outros tipos de leucócitos também sofrem alterações em casos de infecções e inflamações.

E, além disso, existem outras causas para o aumento dos leucócitos, como inflamações, câncer e doenças autoimunes.

Leucopenia, ou a diminuição do número de leucócitos

Já a leucopenia, que é a redução do número de leucócitos, pode indicar que a pessoa está com algum problema que leva à diminuição da produção dessas células, ou que as esteja destruindo.

Alguns exemplos, de acordo com a Mayo Clinic, são:

  • Doenças autoimunes, como o lúpus;
  • Deficiências nutricionais, como no caso da vitamina B12;
  • Uso de medicamentos, como os corticoides;
  • Infecções virais, como o HIV, rubéola e hepatites;
  • Alguns tipos de câncer, como leucemias e linfomas.

Como é feito o exame?

O hemograma completo, que é o exame que faz a contagem das células sanguíneas, é feito através da coleta de uma amostra de sangue.

  Continua Depois da Publicidade  

É um exame rápido, e o resultado comumente sai em 24h ou menos. Além disso, não é necessário jejum, mas a recomendação é de sua realização no mínimo três horas após a última refeição.

O hemograma completo é o exame que detecta os níveis de leucócitos no sangue

Outros locais onde podemos encontrar leucócitos

Além do sangue, podemos encontrar leucócitos em outras partes do corpo, dependendo do estado de saúde da pessoa. Alguns exemplos são:

  • Urina: Grandes quantidades de leucócitos na urina aparecem quando há alguma infecção do trato urinário;
  • Fezes: São encontrados leucócitos nas fezes em alguns casos de infecções, como E. coli invasora, Salmonella, Shigella e Yersinia;
  • Líquor: O líquor, ou líquido cefalorraquiano, é o líquido que circula entre as membranas que recobrem o sistema nervoso central. Sendo assim, a presença de leucócitos no líquor normalmente é causada por algum tipo de infecção no sistema nervoso central.

Veja também:

Vídeos relacionados

Fontes e Referências Adicionais

Você já foi diagnosticado em um hemograma ou exame de urina com leucócitos altos ou baixos? O que seu médico recomendou? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (96 votos, média 3,89)
Loading...
Sobre Dr. Lucio Pacheco

Dr. Lucio Pacheco é Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral - CRM 597798 RJ/ CBCD. Formou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1994. Em 1996 fez um curso de aperfeiçoamento no Hospital Paul Brousse, da Universidade de Paris-Sud, um dos mais especializados na área de transplantes na Europa. Concluiu o mestrado em Medicina (Cirurgia Geral) em 2000 e o Doutorado em Medicina (Clinica Médica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2010. Dr. Lucio Pacheco é um profundo estudioso na área de doença hepática e escreveu dezenas de livros e artigos sobre transplante de fígado. Atualmente é médico-cirurgião, chefe da equipe de transplante hepático do Hospital Copa Star, Hospital Quinta D´Or e do Hospital Copa D´Or. Além disso é diretor médico do Instituto de Transplantes. Suas áreas de atuação principais são: cirurgia geral, oncologia cirúrgica, hepatologia, e transplante de fígado. Dr. Lucio é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos e diversos. Para mais informações, entre em contato com ele.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

96 comentários em “Leucócitos altos ou baixos demais – O que significa?”