Como fazer uma dieta saudável e barata!

Especialista da área:
atualizado em 20/07/2021

Quando se trata de ter uma dieta mais saudável para perder peso, um empecilho para algumas pessoas é acreditar que mudar a alimentação para melhor vai custar muito dinheiro. No entanto, não é bem assim, sabia?

  Continua Depois da Publicidade  

É possível fazer uma dieta saudável e, ao mesmo tempo, barata. Aliás, em muitos casos, a pessoa até economiza com comida quando passa a ter uma alimentação mais saudável. Quer descobrir como? Então, confira as dicas abaixo:

1. Parar de comprar comida da rua

Fast-food

Especialmente as comidas industrializadas e prontas, pizzas, hambúrgueres e todo fast food que dá para pedir por delivery. Mas isso também inclui as quentinhas, marmitas e comidas de restaurantes.

Fazer comida em casa é mais barato e permite ter um maior controle da qualidade dos ingredientes usados na preparação dos pratos. Até porque, normalmente, os restaurantes e lanchonetes utilizam mais ingredientes industrializados em suas receitas.

O resultado é que o prato fica com mais sal, mais gorduras e até mais calorias. Afinal, a porção que esses estabelecimentos servem costuma ser maior do que aquela que você comeria se tivesse preparado em casa.

Mas e quanto às marmitas fit? Bem, elas realmente podem ser mais saudáveis que as tradicionais, mas se você está precisando economizar, que tal preparar as suas próprias marmitas fit? Aprenda como fazer marmita fitness para a semana toda.

2. Planejar as refeições

Isto é: separe um dia de folga ou do final de semana para montar antecipadamente o cardápio do que você vai comer no almoço e no jantar (se quiser, das outras refeições também). 

  Continua Depois da Publicidade  

Essa estratégia ajuda a ter um controle melhor na hora de preparar os alimentos, para que não sobre muita comida e se evite o desperdício.

Por exemplo, se você pensou em fazer uma lasanha de berinjela na segunda, pode calcular a quantidade que vai comer no dia e congelar o restante para consumir em outros dias da mesma ou da próxima semana.

Além disso, quando se planeja previamente o que vai comer na semana já dá para saber que ingredientes e em quais quantidades exatamente vai precisar para preparar as refeições. 

Assim, você pode fazer uma lista de compras e levar apenas o que realmente vai necessitar para casa, correndo menos risco de gastar com produtos desnecessários.

Aliás, para evitar comprar o que não precisa no mercado, fuja dos produtos diferentes e mais caros, não vá ao local com fome e passe longe dos industrializados, que não são saudáveis e pesam no orçamento. É por isso que ter uma dieta saudável também gera economia!

Se você comparar o quanto gasta com alimentos de verdade – verduras, legumes, frutas, leguminosas, carne, ovo, entre outros – e quanto gasta com industrializados, verá que os últimos prejudicam não apenas a saúde e boa forma, mas também as finanças.

  Continua Depois da Publicidade  

3. Não despreze as marcas diferentes

Casal fazendo compras

Geralmente, quando uma pessoa gosta de um produto como leite, arroz ou feijão de uma marca específica, ela continua a comprar esse item repetidamente. Mas, quando se quer ter uma dieta barata, vale a pena dar uma olhada nas marcas que sejam um pouco mais em conta.

Afinal, existem várias outras marcas genéricas com a mesma qualidade nutricional, porém, que são mais baratas por não serem mais famosas.

4. Há proteínas mais baratas

Lembre-se de que isso também vai fazer diferença na conta final da compra. Por exemplo, uma coisa é comprar salmão e outra bem diferente é levar sardinha para casa. Do mesmo modo, há uma diferença de gasto entre comprar filé mignon ou levar patinho ou coxão duro.

No caso do frango, vale destacar que a coxa de frango sem pele não é tão mais gordurosa do que o peito do frango. Tudo isso para dizer que dá para comprar uma carne com qualidade mesmo sem gastar tanto ou optar por embutidos como linguiça ou salsicha.

Sem contar que para incluir proteínas na dieta, é possível recorrer ao ovo, que é uma proteína de alto valor biológico, e às proteínas vegetais, como a nossa nutricionista explica:

5. Comprar os produtos da estação

As frutas e os vegetais da época são mais nutritivos e, de quebra, costumam ser mais baratos. Como o Brasil é grande, os produtos da estação podem variar de acordo com a região.

  Continua Depois da Publicidade  

Então, procure saber quais são as frutas e vegetais da época no lugar onde você mora e dê preferência a eles.

Vídeo

Não deixe de conferir o vídeo da nossa nutricionista com as dicas para emagrecer gastando pouco:

O que você achou dessas dicas para fazer uma dieta saudável e barata? Pretende implementar no dia a dia? Então, comente abaixo qual delas vai seguir!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média 5,00)
Loading...
Dra. Patricia Leite
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário