Alho é bom para gastrite? Pode fazer mal?

Especialista da área:
atualizado em 01/04/2021

A gastrite é uma doença um tanto quanto desagradável. Assim, não é surpresa que alguém queira saber se o alho é bom para gastrite ou se ele é um dos alimentos ruins para gastrite, que podem prejudicar a sua qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Sobre a gastrite

Homem com dor - Alho é bom para gastrite?

Antes de vermos se o alho é bom para gastrite, vamos falar um pouco da doença. Bem, uma característica da gastrite é a inflamação do revestimento da parede do estômago. Ao mesmo tempo, ela pode provocar uma dor corrosiva ou com queimação na parte superior do abdômen.

Embora não seja sempre que a gastrite manifeste os seus sintomas, a doença pode provocar indigestão, mal-estar, náusea, vômito e uma sensação de estar cheio na parte superior do abdômen depois de comer.

Além do uso de remédios para gastrite, o tratamento da condição pode incluir mudanças na alimentação.

Mesmo que pareça ruim deixar de comer os alimentos que gosta, é fundamental seguir todo o tratamento que o médico indicar. Isso porque uma gastrite não tratada pode resultar em úlceras ou sangramento no estômago.

Em casos mais raros, algumas formas de gastrite crônica podem aumentar os riscos de câncer no estômago. Principalmente se o paciente sofreu um afinamento extensivo no revestimento do estômago ou se houve alterações nas células do revestimento.

Você já ouviu falar que o alho é bom para gastrite?

Para quem se pergunta se o alho é bom para gastrite, vale saber que algumas pesquisas até sugeriram que o extrato do alho pode diminuir os sintomas da gastrite.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, relatou-se que o alho e outros alimentos que contêm enxofre (brócolis, couve-de-bruxelas, repolho, couve-flor e cebola) formam a glutationa. Ela é substância que contribui com a proteção do revestimento do estômago.

Entretanto, é necessário ter cautela antes de sair por aí dizendo que o alho é bom para gastrite. Isso porque as evidências sobre o uso do alimento para a doença são insuficientes.

Pesquisas iniciais propuseram que tomar certo produto contendo alho duas vezes por dia por seis meses melhora a digestão, interrompe o crescimento da bactéria H. pylori (uma causa da gastrite) e reduz o risco de câncer estomacal em pessoas com inflamação no órgão.

Entretanto, não determinou-se qual o efeito do alho sozinho para esses fatores. Além disso, embora o extrato de alho tenha sido apontado por um estudo como uma forma de matar a H. pylori, ainda não há evidências suficientes de que o alho reduz a bactéria.

Alguns estudos de laboratório indicaram que o alho é efetivo para inibir a H.pylori. Mas, o efeito não se transferiu aos seres humanos, segundo uma pesquisa que saiu em 1999 no jornal acadêmico American Journal of Gastroenterology.

Assim, para lidar com a H. pylori ou outros tipos de gastrite, a orientação é tomar os medicamentos que o médico prescreveu e evitar consumir o que irrita o estômago. Conheça os alimentos ruins para a gastrite.

  Continua Depois da Publicidade  

Até porque o alho também pode atrapalhar

Descascando - Alho é bom para gastrite?

Se queremos saber se o alho é bom para gastrite, não podemos deixar de citar que o consumo do alimento pode provocar reações adversas. Algumas podem ser especialmente desagradáveis para quem tem a doença.

Por exemplo, sensação de queimação na boca ou no estômago, azia, gases, náusea, vômito e diarreia, que podem ser piores quando se ingere o alimento cru.

Além disso, alguns especialistas apresentam o alho como integrante do grupo dos condimentos e temperos fortes que os pacientes com gastrite devem evitar.

Portanto, fica aqui a recomendação: antes de testar qualquer receitinha com alho ou outro produto natural para auxiliar a sua gastrite, consulte o seu médico.

Não abandone o tratamento já prescrito pelo profissional de saúde para lidar com a doença, substituindo-o por uma dessas receitas naturais. Fazer isso poderá prejudicar bastante a sua saúde.

Vídeo

Aproveite para conhecer os benefícios do alho com o vídeo da nossa nutricionista:

  Continua Depois da Publicidade  

Fontes e Referências Adicionais

Você tem gastrite? Já sentiu-se mal após comer alho? Então, conte como foi abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Marcos Marinho
Sobre Dr. Marcos Marinho

Dr. Marcos Marinho é especialista em Gastroenterologia, Endoscopia Digestiva e Ultrassonografia - CRM 52.104130-4. Formou-se em Medicina pela Universidade do Grande Rio (Unigranrio) e é pós-graduado em Gastroenterologia pelo IPEMED. Realizou cursos de ultrassonografia geral e intervencionista pela Unisom, ultrassonografia musculoesquelética e Doppler pelo CETRUS. Atualmente, é pós-graduando de Endoscopia Digestiva pela Faculdade Suprema de Juiz de Fora-MG. No momento, atua em vários municípios do estado do Rio de Janeiro como na capital, Niterói, Magé e Araruama. Dr. Marcos Marinho tem experiência em setores variados de sua especialização e continua em constante aprendizado e evolução para ser uma referência da área. Para mais informações, entre em contato através de seu Instagram oficial @drmarcosmarinho

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

2 comentários em “Alho é bom para gastrite? Pode fazer mal?”

  1. No meu caso de gastrite a médica indicou-me uma dieta: arroz com cenoura, carnes brancas, pão, (torradas estavam a causar-me diarreia), chá preto e maçãs (ao princípio cozidas), por serem boas e benéficas continuo a comer uma crua ao pequeno almoço. Ela aconselhou-me interromper gorduras, óleos e azeite. Eu experimentei alho mas desaconselho. A médica receitou-me um antibiótico e umas saquetas de pó com bactérias benéficas. A gastrite provavelmente foi causada por leite estragado. CUIDADO!

    Responder
  2. Boa noite. Tenho o hábito de tomar 100ml, de água de alho todos os dias ao acordar,para reduzir o colesterol, mas tenho dúvida se dessa forma prejudica a gastrite.

    Responder