4 Maiores erros da dieta low carb para emagrecer

Especialista da área:
atualizado em 17/06/2021

A dieta low carb, que se baseia na redução do consumo de carboidratos, é um método que muitas pessoas usam para emagrecer. E realmente existem histórias surpreendentes de antes e depois bem sucedidos com a dieta low carb.

  Continua Depois da Publicidade  

Entretanto, quem deseja que a dieta low carb dê certo e traga bons resultados precisa evitar certos erros. Por exemplo:

1. Comer carboidratos de menos

Sem carboidratos

Pode parecer estranho, porém, este é o primeiro erro da nossa lista porque algumas pessoas pensam que low carb (baixos carboidratos) é o mesmo que no carb (nada de carboidratos). Mas, não é bem assim.

Embora uma dieta low carb reduza significativamente o consumo de carboidratos nas refeições, ela ainda prevê o consumo de algum carboidrato. Em alguns casos, o regime permite ingerir 150 gramas de carboidratos por dia ou menos.

Você não precisa necessariamente seguir um método super restritivo como a dieta cetogênica ou abrir mão de todos os legumes e verduras que contêm algum carboidrato para fazer uma boa dieta low carb.

Pelo contrário, abolir por completo os carboidratos pode te deixar mais fraco e tornar mais difícil manter a dieta em médio e longo prazo, comprometendo assim os seus resultados e até mesmo a sua saúde.

Para saber qual tipo de dieta low carb e qual nível de redução de carboidratos são os mais adequados para você, consulte um nutricionista.

  Continua Depois da Publicidade  

2. Não dividir bem o consumo de proteínas e gorduras

Ao lado dos carboidratos, as proteínas e gorduras formam o grupo de macronutrientes necessários ao organismo. Como a low carb traz uma diminuição na ingestão de carboidratos, torna-se necessário elevar o consumo dos outros dois macronutrientes.

O ideal é aumentar um pouco da ingestão de ambos, de maneira equilibrada. Mas, quando alguém eleva muito mais o consumo de um desses dois macronutrientes do que do outro, podem surgir problemas.

Por exemplo, com o pensamento de que gordura faz mal, algumas pessoas podem optar por aumentar somente a ingestão de proteínas.

Entretanto, elevar muito o consumo de proteínas é complicado porque elas também podem ser convertidas em carboidratos no organismo. Ao mesmo tempo, comer muita proteína pode fazer mal.

Mas não é ruim aumentar as gorduras na dieta? Se forem gorduras ruins, sim. Mas há outra opção: elevar a ingestão de gorduras boas! Alimentos como abacate, azeite de oliva, linhaça, chia e o grupo das oleaginosas são exemplos de alimentos saudáveis que fornecem gorduras boas.

Consumir mais gorduras boas dentro da dieta low carb traz mais saciedade e mais nutrientes ao organismo. Para saber como dividir a quantidade de gorduras boas e proteínas na sua low carb, consulte um nutricionista.

  Continua Depois da Publicidade  

3. Desistir rápido demais

Algumas pessoas mal começam e já decidem abandonar a low-carb. O argumento é que sentem falta de algo que não podem comer ou que andam sentindo muita fome.

Entretanto, esperar um pouquinho mais antes de desistir pode valer a pena porque com o passar do tempo, uma dieta low carb diminui a secreção de insulina naturalmente e melhora a sensibilização ao hormônio, o que vai aliviar essa questão da fome.

Isso significa que leva um tempo até que uma pessoa se adapte a uma dieta low carb. Quanto à saudade de comer comidinhas com carboidratos, a boa notícia é que existem versões low carb de muitas receitas!

Por exemplo, tem pão low-carb, pizza low-carb, lasanha low carb, macarrão low-carb e até bolo de aniversário low-carb! É claro que não fica exatamente a mesma coisa da receita original, mas já dá para aliviar a vontade.

Aliás, é importante aprender receitas low-carb variadas e diferentes para evitar que a dieta fique repetitiva e que a vontade de desistir bata com força.

Mas, se mesmo com o passar do tempo e com as receitas diversas você sentir que não se adapta e que sofre muito com a low carb, converse com seu médico e/ou nutricionista para saber se não há outro tipo de dieta que possa te ajudar.

  Continua Depois da Publicidade  

4. Não se hidratar corretamente

Beba água

Muitas pessoas se esquecem de tomar água, essencial para a saúde de qualquer um que segue qualquer dieta. Especificamente na low carb, beber água o suficiente é muito importante para ajudar a eliminar alguns produtos do metabolismo (inclusive das proteínas).

Além disso, manter-se hidratado auxilia em relação à fome. Isso porque os sinais de fome e sede ficam bem próximos no cérebro e podem ser confundidos.. Então, a pessoa pode achar que está com fome quando na verdade está com sede. O que não ocorreria se estivesse bem hidratada.

Mas não é só isso: a água também contribui facilitando a oxidação de gorduras. Se você não consegue tomar água pura com frequência, aprenda a fazer águas saborizadas, que tornam o consumo do líquido mais gostoso.

Vídeo

No vídeo abaixo, a nossa nutricionista também explica sobre os quatro erros que acabam com a dieta low carb:

Você já cometeu alguns desses erros? Então, conte qual deles nos comentários abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

Deixe um comentário